Dicas

Salsicha Flutuando

Salsicha Flutuano

Vamos usar uma bóia de arremesso ou cevadeira, um chicote de 1.5mt de linha 0.50mm, uma bóinha e anzol direto na linha.

Anzol não muito grande e bóinha pequena.
Usando mais ou menos 3 cm de salsicha, começamos a introduzir o anzol em uma das extremidades da salsicha.
Vire o anzol até que a ponta apareça na lateral da salsicha.
Empurre até o olho do anzol ficar dentro da salsicha.
Vire o anzol.
Encaixe-o na outra extremidade e aperte para não ficar muito visível.
Desça a bóinha até encostar na salsicha.

E está pronto. Basta arremessar e esperar o ataque!

As finalidades das bóinhas são: Bóia 1- Apenas para o girador do chicote não afundar Bóia 2- Deixar encostada na salsicha, fazendo-a flutuar. Seria muito mais interessante se você conseguir bóinhas vermelhas, mas como é difícil achar, as bóias normais (branca e rosa) também servem. O tamanho da salsicha a ser usado pode variar com a distancia do arremesso e do peixe a ser fisgado. Lembre-se que o único peso a ser lançado é o peso da salsicha e pra se obter um bom arremesso o interessante é usar um equipamento bem leve e muito bem balanceado. Peixes como a matrinxãs, dourados e redondos, atacam nesse sistema sem problema algum. Já os pintados são mais manhosos e muitas vezes, ao chegarem perto da salsicha, notam a bóinha e recuam. Mas isso depende muito, pois quando o bicho esta com fome ele abocanha tudo. É isso aí. Essa é uma modalidade que não pode deixar de ser feita, pois sempre, sempre traz ótimos resultados.


Outras Dicas